Pós Quimica

ORDENAR POR:

O corte químico geralmente acontece quando são usadas as químicas que são incompatíveis com o cabelo, resultando em uma quebra frequente e, geralmente na divisa entre os fios virgens e os que estão quimicamente tratados.

Se você opta por fazer um procedimento que tem o dióxido de sódio e depois resolve fazer outro que tem a amônia, é muito provável que seus cabelos fiquem partindo ao meio.

Por essa razão, antes de escolher por qualquer técnica é ideal estar atenta aos componentes que foram usados anteriormente e verifique se eles são compatíveis.

Existem muitas mulheres que desesperadas para terem cabelos na moda, lisos ou cacheados e coloridos, acabam passando produtos variados nos fios e não pensam nas terríveis consequências que essa ação pode gerar no couro cabeludo.

É importante que você saiba que os produtos que utiliza devem ser compatíveis e também o excesso pode até mesmo fazer com que você perca os cabelos e fique careca, cuidar dos cabelos com produtos confiáveis é fundamental para que problemas mais graves não ocorram.

 

O corte químico pode acabar com seus cabelos?

Além da terrível incompatibilidade de substâncias, existem outras causas que também pode levar o cabelo a cair rapidamente, como o excesso de alisamentos e de colorações em fios que já estão fragilizados.

Corte%20quimico%20no%20cabelo.jpg

Foto: Mulher observando os fios com Corte químico.

 

Os principais sintomas do cabelo que teve um corte químico são:

- O cabelo fica quebradiço com mais facilidade, como se estivesse se desmanchando.

- As Pontas duplas e triplas aumentam com pontinhos brancos.

- O Cabelo fica elástico, ou seja, você puxa o fio, ele vai e volta como uma mola.

- Cabelo sem vida e sem brilho e com textura áspera.

O corte químico ocorre quando são usados as químicas incompatíveis e o excesso de produtos e ele pode acontecer até mesmo em um cabelo saudável, mas que com o excesso acabou se desgastando e perdendo a vida. O resultado é um cabelo muito emborrachado, poroso, frágil, fino e que tem a quebra. Essa quebra dos fios pode acontecer de forma imediata, no instante em que os fios partem no local exato onde a química foi aplicada. Quando isso ocorre, o cabelo vai perdendo as substâncias que são consideradas essenciais para sua existência, como as proteínas, que são o cimento capilar, a água, os lipídeos e os minerais.

Porque%20acontece%20o%20Corte%20Quimico%20nos%20cabelos.jpg

Foto: Mulher observado os fios e pontas duplas.

 

Faça um teste de porosidade

Para identificar a real situação do cabelo é importante fazer o teste de porosidade capilar, que nada mais é que a técnica que avalia se as cutículas do cabelo, responsáveis pela proteção da fibra capilar, estão abertas ou fechadas.

Parece complicado? Vamos facilitar com o teste de porosidade capilar!

teste de porosidade dos fios

Ele é um teste bem rápido e fácil de fazer, que analisa a saúde do fio. Olha o passo a passo:

1. Encha um copo transparente com água filtrada;

2. Passe a mão no cabelo para pegar algum fio que esteja solto;

3. Coloque o fio dentro do copo de água e aguarde 3 minutos.

Após os 3 minutos de espera, é hora de avaliar os resultados: Teste de Porosidade para Cronograma Capilar.

Se o fio está na superfície?

Se o fio está flutuando na superfície do copo, é sinal de que ele precisa de hidratação. Portanto, este é o tratamento que deve ser mais recorrente no seu calendário capilar.

Se o fio está no meio do copo?

Se o fio parou no meio do copo, significa que ele está hidratado, mas está com porosidade média, ou seja, precisa de nutrição. A melhor forma de nutrir os fios é investir em máscaras nutritivas e umectação com óleos vegetais.

Se o fio está no fundo do copo?

Se o fio afundou significa que ele está com alta porosidade, ou seja, bem fragilizado. Isso mostra que as cutículas do fio estão abertas e danificadas.

Neste caso, é necessário fazer uma reconstrução, com a reposição do cimento na fibra capilar por meio de ativos reparadores. Fácil né? Em 3 minutinhos você descobrirá qual a maior necessidade do seu cabelo.

 

Como recuperar a saúde dos fios após o corte químico?

Sabemos que passar por um corte químico não é nada fácil e o processo para a recuperação dos fios também não, mas queremos te tranquilizar: é possível conquistar fios lindos mesmo após o corte químico e temos algumas dicas para isso. Tenha uma rotina de cuidados capilares Mais que nunca, os fios necessitam de tratamento.

Quem sofreu corte químico precisa investir em cuidados relacionados à hidratação, nutrição e reconstrução dos fios. A melhor forma de fazer isso é planejar um cronograma capilar com produtos que visem a saúde do cabelo. Temos um conteúdo bem legal falando sobre máscaras para as diferentes etapas do cronograma capilar.

Além disso, a umectação capilar também é recomendada para nutrir os fios danificados. Ela é um tratamento que repõe os nutrientes dos fios através de óleos vegetais, trazendo hidratação, nutrição e brilho ao cabelo. Essa reposição é essencial para fortificar os fios e torná-los saudáveis novamente.

Esse processo consiste em dar um “banho” com o óleo vegetal nos fios, do comprimento até as pontas. Nós temos um conteúdo que te explica o passo a passo de como fazê-la.

 

Corte químico, como tratar?

Inicialmente após o corte químico o ideal é fazer uma reconstrução. Nenhum outro tratamento vai contribuir nesse momento, já que o cabelo necessita de massa, e de proteína, e quem possui esses elementos é a reconstrução. A Hidratação e a nutrição são excelentes, porém não ocorre de forma imediata, como o cabelo precisa.

Escolher uma boa hidratação é fundamental para que tenha ótimos resultados (clique aqui), você tem acesso a diversos produtos magníficos que podem salvar seu cabelo.

Escolha uma boa reconstrução (clique aqui), que você se sinta confiante e segura com o uso dela, pois ela precisa fazer praticamente milagres com o cabelo.

Use também a queratina, já que uma boa reconstrução tem muita queratina.

 

A reconstrução pode ajudar!

Mas se o corte químico ocorreu em um salão, você deve fazer uma reconstrução e pedir para que sequem e escovem o seu cabelo com muito cuidado, porque o cabelo que tem o corte químico demora a secar e embola completamente, fazendo com que ele quebre rapidamente.

Também dependendo do tamanho do estrago, é recomendo que você corte o cabelo. Pois é melhor ter um cabelo curto do que ter um cabelo comprido todo irregular e destruído.

De qualquer maneira é importante que você saiba o tempo correto para usar as químicas que estão disponíveis no mercado, sempre auxiliado de um profissional que pode te ajudar na escolha do melhor produto, nunca exagerando também, pois o corte químico pode causar estragos terríveis no cabelo.

reconstrucao%20capilar%20para%20corte%20quimico.jpg

Foto: Profissional do cabelo passando produto de reconstrução capilar.

 

Cortes constantes

Cortar constantemente, mesmo que só as pontinhas pode ajudar a aliviar o aspecto dos fios danificados e quebradiços. Além disso, cortar os fios, nem que sejam dois dedinhos, deixa o cabelo menos pesado para o couro cabeludo, reduzindo a queda e estimulando a recuperação.

Shampoo sem sulfatos podem ajudar

Os sulfatos retiram a proteção dos fios, o que pode piorar ainda mais o estado em que eles se encontram, aumentando o ressecamento e fragilidade. O ideal é substituir o shampoo convencional por um shampoo saudável - que além de não conter sulfatos, preza pela saúde dos seus fios.

Fique longe das químicas

Sabemos que para algumas pessoas, ficar sem alisamentos e colorações pode ser um problema.

Mas se você sofreu um corte químico, é preciso dar um tempo. É recomendado ficar bem longe dos procedimentos químicos, pois eles só tornam os cabelos mais sensíveis e fragilizados, piorando a situação. Não existe um tempo de espera pré-definido, já que o tempo de recuperação muda de cabelo para cabelo. Busque orientação de um profissional sobre o seu caso.

Secador, chapinha e modeladores térmicos também devem estar evitados

O secador, chapinha e babyliss também devem ser mantidos bem longes, pois o contato do calor destas ferramentas com seus fios podem torná-los ainda mais fragilizados. O ideal é cuidar do cabelo de forma o mais natural possível. Se o uso de secador e modelador for essencial para você, não esqueça de usar um finalizador com proteção térmica.

Usar finalizadores (leave-in, óleos e fluidos) capilares

Os finalizadores devem ser usados sempre, pois eles criam uma camada no fio que protege o cabelo da exposição de à agressores externos como o sol e a poluição, que danificam os fios, fazendo com que eles percam água e nutrientes.

De um tempo nas químicas

Sabemos que ninguém deseja passar por essa situação, mas dê um tempo para si - e para os seus fios. Trate-os bem, de forma saudável e fique tranquila, logo eles voltarão a forma saudável que deseja. Então, você poderá voltar a realizar os procedimentos químicos que deseja, com a segurança e cuidado que eles merecem. Vale dizer que, com ou sem química, é importante cuidar dos fios de forma saudável, fazendo escolhas por produtos conscientes e mais naturais, para que os fios não sejam agredidos para além do alisamento e coloração. E o cuidado com o cabelo também é de dentro para fora. Tomar água e manter uma dieta equilibrada ajuda na recuperação dos fios.

Vitaminas e polivitaminicos ajudam na saúde dos cabelos de dentro para fora, inclusive uma boa alimentação (saudável) e beber bastante água (2 a 3 litros ao dia)

Receba novidades e ofertas incríveis!